Helena Prieto’s Blog

Just another WordPress.com weblog

MICO:Unidades de contexto e unidades de registo Janeiro 24, 2011

Filed under: MICO — helenaprieto @ 8:52 pm
Tags: , ,

Uma unidade de contexto é uma parte de frase , um segmento, que faz sentido por si só. Dela se pode extrair a unidade de registo que é o elemento de significação a codificar ou classificar. As unidades de registo podem ser de dois tipos – formais ( uma palavras , um objecto) ou semânticas/ temáticas ( quando se formam unidades de sentido/ significado. Quando isolamos unidades de registo a partir das unidades de contexto , estamos a codificar. Isto é estamos a atribuir categorias e isolar a informação para a analisar. Estas categorias podem estar pré-definidas e, nesse caso, estamos perante um estudo que visa confirmar ou não uma perspectiva. Neste caso, estamos perante um estudo exploratório, pois é há medida que vamos isolando as unidades de registo que vai emergindo uma visão global. Uma unidade de contexto pode fornecer mais do que uma unidade de registo. Foi este o caminho que procuramos percorrer: -1º a leitura do texto 2º perante os objectivos enunciados no guião, identificar as perguntas respostas correspondentes 3º seleccionar segmentos – as unidades de contexto e dentro delas as unidades de registo 4- Codificar – atribuir uma categoria específica para cada unidade de registo. 5- Organizar uma aí recolhida e organizada em função dos objectivos de análise enunciados no guião. matriz síntese 6- Analisar a informação

http://falar-psicopedagogia.blogs.sapo.pt/763.html

http://claracoutinho.wikispaces.com/O+que+%C3%A9+An%C3%A1lise+de+Conte%C3%BAdo%3F

Quanto à operacionalização da identificação das unidades de contexto, parto do princípio de que para identificar uma unidade de contexto , tem de se perceber claramente o contexto . Assim a frase isolada “EaD – sim, devido ao tempo limitado por motivos laborais e/ou familiares para um curso presencial” não é clara quanto ao seu contexto , ou seja não se compreende por si só. Desta forma, não podemos considerar este segmento (em termos gramaticais não é uma frase) como uma unidade de contexto. Podemos considerá-la tendo conhecimento do contexto (que tem de incluir a pergunta também para se compreender globalmente este segmento) como uma unidade de registo e extrair só a informação essencial – “tempo limitado por motivos laborais e/ou familiares”, porque esta parte responde a um item a analisar de acordo com os objectivos do guião. Esta parte “tempo limitado por motivos laborais e/ou familiares”, será a unidade de registo para incluir numa categoria específica – Desta forma, o levantamento realizado, permite sistematizar a informação essencial que é também um conjunto de ” provas” – elementos a interpretar para a elaboração de uma ” resposta” aos objectivos da investigação.

Anúncios