Helena Prieto’s Blog

Just another WordPress.com weblog

MICO – contributos: Partilha de recursos Maio 17, 2011

Filed under: MICO — helenaprieto @ 10:10 pm
Tags: , ,

partilha de recursos

partilha de recursos

Partilha de recursos

Introdução

Os recursos partilhados no marcador social MICO, foram uma selecção dos recursos também partilhados nos fóruns da equipa e alguns nos fóruns de discussão com toda a turma.

Penso serem recursos interessantes e orientadores do trabalho do futuro investigador e do ponto de vista pessoal, foram recursos que me
ajudaram a aprender os conteúdos implícitos de uma forma individual.

A Unidade curricular de Métodos de Investigação em ContextoOnline (MICO)  é uma área muito vasta complexa e os recursos seleccionados revelam apenas uma pequena  mostra dessa complexidade.

Os recursos  partilhados

Na tentativa de uma orientação pessoal, procurei recursos que conseguisse entender
e que fossem informativos e formativos em relação às tarefas a realizar.  Nesta óptica, penso que os recursos seleccionados me ajudaram muito a compreender os conteúdos abordados, por isso
penso que serão úteis para os meus colegas de turma. Já foram úteis para os
colegas de equipa.

Dos recursos que partilhei
destaco três em particular, que creio serem de interesse geral:

Educational Research: Some basical concepts and terminology (1) , um
recurso bastante útil para compreender o básico sobre a pesquisa educacional.
Uma boa introdução para nos situarmos um pouco e nos familiarizarmos com os
conceitos essenciais na pesquisa educacional. Foi do ponto de vista pessoal
um  óptimo recurso, porque é um  módulo de formação e como tal está escrito de
uma forma muito objectiva e clara. A partir do link http://www.sacmeq.org/research.htm#modules , indicado
no final do módulo , podemos aceder a outros módulos de formação da área da
pesquisa educacional, relativos a uma variedade de temas interessantes para
quem pretenda fazer investigação nesta área. Este recurso serviu  de uma primeira abordagem aos conceitos
essenciais e a compreender as fases de pesquisa.

Pesquisa em  educação: Passo a Passo (2), um recurso encontrado através do Google books e
que foi bastante útil para compreender  como
proceder para preparar   inquéritos, os tipos de perguntas e de
inquéritos, amostras e validação. Mesmo sendo um recurso parcial, o texto a que
é possível ter acesso é bastante ilustrativo dos procedimentos que o grupo
precisava de saber para a realização da actividade sobre a recolha de dados
através de inquérito.

Qualitative Data Analysis, a User-
Friendly Guide for Social Scientists (3) é um ebook, um manual  sobre os procedimentos de investigação
utilizando a internet. Embora seja de 1993 e em termos de tecnologia tenha
havido um imenso avanço, este manual explica procedimentos úteis para o investigador,
por isso considero-o um bom recurso.

Um aspecto positivo da disponibilização dos recursos através
do MICO é a facilidade de acesso a recurso já pré-seleccionados por temas/
tópicos e que são indexados ( tags)
segundo o seu conteúdo .  Assim, utilizando
este marcador social, qualquer elemento da turma pode fazer uma pesquisa num
leque de recursos   mais restrito, que é
uma espécie de bibliografia para a unidade curricular e pode fazê-lo em
qualquer lugar e a qualquer momento.

Um aspecto negativo dos recursos disponibilizados refere-se à
barreira da língua. Uma boa parte dos recursos que encontrei estão em inglês, o
que pode ser  uma barreira para os
colegas que tiverem mais dificuldades nesta língua. Mas essa barreira pode ser ultrapassada
usando ferramentas de tradução online, como por exemplo o Google tradutor.

Conclusão

Um marcador social é um recurso valioso para a turma e a sua
construção é um “work in progress”(4). No momento em que estou a redigir este
relatório, constato isso mesmo. Muitos mais recursos estão a ser
disponibilizados.

Em conclusão, penso ter partilhado com a turma, embora um
pouco tardiamente, recursos interessantes e úteis. A utilidade e a importância

futura  destes recursos
dependerá também do percurso de investigação que cada elemento da turma seguir.

Webgrafia

1- Postlethwite, T. Neville ,
2005,  Educational Research: Some basical
concepts and terminology, Unesco,
International institute for Educational Planning, disponível em http://www.unesco.org/iiep/PDF/TR_Mods/Qu_Mod1.pdf

2-MACHADO, Lurdes et al (org), 2007,  Pesquisa em educação: Passo a Passo,ed. M3T,
Tecnologia e Educação, disponível em http://books.google.pt/books?id=BXGdZKMO5t8C&pg=PA61&lpg=PA61&dq=como+fazer+uma+amostra+em+pesquisa+educacional&source=bl&ots=QAoJEVvBMm&sig=FqMuSES36aXPurQpRlejd1KGxDk&hl=pt-PT&ei=gUvoTP3BHMnChAfYnOUP&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=4&ved=0CCUQ6AEwAw#v=onepage&q=como%20fazer%20uma%20amostra%20em%20pesquisa%20educacional&f=false

3- DEY,Yan, Qualitative Data
Analysis, (1993), A User- Friendly Guide for Social Scientists , Routlegde,
London, disponível em http://drapuig.info/files/Qualitative_data_analysis.pdf

4- ?, António , O que são e para que servem os marcadores
sociais ( 13/08 /2010), disponível em http://www.artigonal.com/seo-e-sem-artigos/o-que-sao-e-para-que-servem-os-marcadores-sociais-3034423.html

Anúncios